Fandom

CriaWiki

CriaWiki:Perguntas Freqüentes

96 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Falar0


Por que a CriaWiki não é sobre Criacionismo?

A CriaWiki é sobre criacionismo. Seu objetivo é catalogar as afirmações, crenças e dúvidas dos adeptos do criacionismo. Ao mesmo tempo, tais afirmações, crenças e dúvidas são confrontadas, analisadas e comentadas com base em referências científicas, visando chegar a um consenso sobre sua consistência lógica e validade diante dos fatos conhecidos.

Por que em todos os artigos a argumentação é pró-evolução?

Isto não é verdade — ou não deveria ser. A argumentação em todos os artigos deve (ou deveria) ser de acordo com os fatos conhecidos e as teorias científicas existentes. Qualquer evidência favorável ao criacionismo será aceita e analisada, tão logo seja identificada, estudada e referenciada.

Por que os artigos não são abertos à livre edição, tal como na Wikipédia?

Infelizmente, nem todas as pessoas que navegam na internet se caracterizam por ser racionais, razoáveis e respeitosas. Algumas pessoas, movidas sabe-se lá por que objetivos, agem de forma irracional, intolerante e desrespeitosa, apagando ou corrompendo o conteúdo de sites como a Wikipédia e a CriaWiki que, em seus primeiros dias, já sofria mais ataques de vândalos do que recebia colaboraçõ — o que torna mais fácil identificar e reverter a estupidez dos vândalos. A CriaWiki ainda é um projeto muito pequeno e tem poucos editores para a quantidade de pessoas dispostas a atacá-la. Por isso é necessário proteger os artigos tão logo sejam criados.

Por que meu artigo foi apagado?

Em primeiro lugar, certifique-se de que não foi renomeado ou incorporado a outro. Algumas vezes é necessário renomear um artigo criado originalmente com um erro de ortografia no nome. Não preservamos redirecionamentos para casos assim. Ou pode ser que o conteúdo de seu artigo tenha sido julgado mais relevante como parte de um outro artigo do que como um artigo à parte.

Por que vocês tentam desacreditar o criacionismo?

As pessoas que o propõem estão enganadas, são mal intencionadas ou não têm o conhecimento necessário para saberem do que estão falando — ou uma combinação dos três, mais raramente. Por esta razão, as teses dos criacionistas não se sustentam logicamente e nem diante dos fatos científicos conhecidos. Entre ter de descartar quase todo o conhecimento científico — que nos proporciona a civilização que temos — e aceitar que não sabemos tudo o que Deus fez ou deixou de fazer, achamos mais razoável e humilde ficarmos com a ciência e admitirmos que não sabemos o suficiente sobre os caminhos de Deus. Respeitamos, é claro, as pessoas que preferem a opção contrária, mas não deixamos de esclarecer aqui as suas afirmações, para que outras pessoas possam avaliar o que é mais razoável crer.

Qual o problema com o criacionismo? Ele é uma teoria científica

Em primeiro lugar, é uma hipótese obsoleta. Foi descartada por todos os pesquisadores há pelo menos dois séculos e meio, décadas antes de Darwin. Foi descartado porque não explicava nada a respeito do mundo. A partir do momento em que uma hipótese se torna obsoleta, ela passa a ser acientífica e levá-la em consideração é perda de tempo. Não ensinamos às crianças que a Lua é feita de queijo ou que as cegonhas trazem os bebês, por que ensinaríamos Adão e Eva?

Se a opinião quase unânime da ciência não te convence, lembre-se que a maioria dos líderes religiosos não-sectários já superou o literalismo bíblico. Apenas os fundamentalistas mais arraigados ainda se agarram ao criacionismo, e por razões estritamente políticas: eles desejam impor sua visão retrógrada de mundo a uma sociedade que evoluiu além do que eles querem aceitar.

Sou criacionista, mas não fanático.

Nem todo aquele que crê no criacionismo é um fanático. Em sua maioria, são apenas ignorantes e só precisam de estudo. Alguns se fanatizam, é verdade, porque não conseguem aceitar que sua crença é contrária à realidade.

Entre os líderes criacionistas, alguns certamente são sinceros, mas outros podem estar apenas interessados em frutos políticos ou financeiros, a maioria é, certamente, tão ignorante quanto o crente criacionista típico.

Por que não respeitar minha opinião? Cada um crê no que quer.

Em primeiro lugar, a CriaWiki não desrespeita o direito dos criacionistas de terem sua opinião. Apenas exercemos o nosso direito de contra-argumentar aquilo que os defensores do criacionismo alegam.

O conhecimento científico não é objeto de crença, mas de entendimento. Crenças não produzem automóveis, vacinas, edifícios, máquinas, etc.

Apesar disso, é preciso reconhecer que os criacionistas não são apenas um grande número pessoas excêntricas desorganizadas que têm crenças estranhas e inofensivas a respeito da idade da Terra. São parte de um movimento organizado, movido por interesses políticos e crenças religiosas fundamentalistas que combatem a ciência e os valores da sociedade moderna. Podem não parecer um problema, mas no fundo eles são uma ameaça à democracia e ao progresso.

Por que não ensinar aos estudantes ambas as teorias?

A literatura criacionista apresente o ensino conjugado das teorias da criação e da evolução como uma boa prática pedagógica. Ensine aos alunos ambas as correntes, e deixe que decidam, eles dizem. Mas a ciência não é um processo democrático. As teorias não são todas criadas iguais. A ciência, na verdade, é totalmente discriminatória. Ela descarta explicações que não funcionam. A idéia de que tudo que existe surgiu simultaneamente em sua forma atual havia sido descartada como científica mesmo antes de Darwin. Não é boa prática pedagógica ensinar aos alunos coisas erradas: é uma perda de tempo e os confunde a respeito do consenso científico.

Por que o desempenho acadêmico dos alunos que estudam em escolas criacionistas não é afetado?

Os criacionistas costumam dizer que nas escolas que controlam as bitas dos alunos em ciências costumam ser normais ou até melhores que a média. Eles argumentam que o criacionismo não está interferindo no aprendizado das crianças. Trata-se de um desafio ao crítico do criacionismo: “Se o criacionismo é errado, por que nossos meninos são tão bons em ciências?”

Em primeiro lugar, “ciência” inclui várias disciplinas nas quais o criacionismo é irrelevante, tais como química e física. Além do mais, mesmo na biologia e na astronomia, onde há desacordo, ele é limitado a certas áreas. As escolas também estão limitadas pelos Parâmetros Curriculares Nacionais, que determinam que certas matérias precisam ser ensinadas.

Por fim, os efeitos nocivos do ensino do criacionismo seriam mascarados pela variedade de resultados, não apenas entre diferentes escolas, mas entre diferentes indivíduos, inclusive ao longo de um mesmo ano. Não há um meio seguro de detectar efeitos nocivos específicos do criacionismo.

Levando tudo isso em conta, não é supreendente que os efeitos do criacionismo não sejam aparentes. Porém, não sendo aparentes isso não quer dizer que não sejam nocivos do mesmo modo. Basta ler o que os defensores do criacionismo escrevem, perceber sua ignorância de fatos científicos básicos, e entender que deixar que ensinem suas teorias não pode trazer benefício algum.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória